segunda-feira, 15 de setembro de 2014

Devo ter um olho gordo

E, calma, estou mesmo a referir-me ao bruxedo.
Nunca vi tanta merda a correr mal numa mudança de casa (neste momento sinto que em todos os campos de mi vida, não escapa uma coisa em que eu possa dizer que correu tudo com ligeireza)  e em stresses sem jeito nenhum.
Mas talvez seja só eu que "setresso" e que quero andar com o peso do mundo às costas. Mas neste momento estou com uma dor de cabeça enorme.
Contudo, há que ter pensamentos positivos: pelo menos estou vivo, posso continuar a estudar, a viver em Lisboa e a stressar com as coisas (há muito boa gente em pior estado que eu). É bom sinal.
Ah, tive net hoje. Mas para ter net tenho de estar na sala porque o reuter (ou lá como se escreve, não me obriguem a ir pesquisar) veio estragado. Porém este "aparelhometro" até é giro...

2 comentários: