segunda-feira, 13 de Outubro de 2014

Há coisas que não devem ser verbalizadas


Vou para o local de estágio, chega a minha orientadora.
Orientadora verbaliza (algo deste género) - "Que giro que está hoje, que elegante, todo compostinho! Gosto de o ver assim."
Eu verbalizo (algo deste género) - "Pois, está frio. Uma pessoa tem de vestir mais roupa." (A desculpa oficial verbalizada.)
Enquanto penso: *Isso e porque tenho de disfarçar a marca do chupão que tenho no pescoço...* (A desculpa não oficial não verbalizada.)

quinta-feira, 9 de Outubro de 2014

Deixo-vos uma pérola

Que poderia sair de uma das minhas muitas faces: divertida, ordinária, porca, etc. e (sempre) algo escatológica. You name it!
(Se bem que também poderia ser inserida numa "sabedoria do Ti'Ricardo).

"Sabes se é pequena quando já cagaste algo maior."

(Quem é que percebeu a subtileza da piada do título do post? Só piadas dentro de piadas. Adoro-me...)

domingo, 5 de Outubro de 2014

Twitter Moment

Aquele momento em que olho para os nós dos dedos e percebo que me nasceram pêlos de um dia para o outro.


Adenda: agora que reparo nisso estou também com mais pêlos nas pernas. O drama, o horror!

domingo, 28 de Setembro de 2014

Queer18

Já vai sendo hábito falar por aqui dos filmes que vejo no Festival de Cinema Queer.
Infelizmente, não vou a muitos. Felizmente, aqueles a que assisto (mesmo sem saber bem ao que vou) são sempre bons filmes, e este ano não foi excepção. (Tirando uma curta de cerca de 15 minutos, que não faz o meu estilo, pois não revela mais nada que uma leitura de Freud e o onírico só porque sim, no me gusta. Ainda que tenha elementos visuais apelativos).

Nan Goldin I Remember Your Face: um documentário muito bem conseguido.



Flores Raras: tão, mas tão bem filmado! Caraças, maravilhosamente filmado. E com actrizes à altura, muitíssimo bem interpretado.



O Festival de Cinema Queer e a sua organização parecem-me continuar de parabéns pelo seu trabalho.

sexta-feira, 26 de Setembro de 2014

Não quero um homem que

Tenha pêlos nos ombros.



(E costas). Desculpem, mas há sítios em que a depilação tem de acontecer

quinta-feira, 25 de Setembro de 2014

Rapidinha

Alguém conhece alguém que faça fumadouros? É que esta casa deve mesmo estar enguiçada... Ou então sou mesmo eu.
Se calhar, em vez de ter ido ao Ikea comprar velas para decorar a casa tinha ido comprar-las a Fátima.

quinta-feira, 18 de Setembro de 2014

Os Gregos já a sabiam toda

"(...) Chamo mau ao amante vulgar, que mais ama o corpo que o espírito, porque este amor não é durável, uma vez que se prende a uma coisa sem p[e]renidade e, quando a flor da beleza, que amou, envelhece, o amante evola-se e desaparece, traindo as suas promessas, enquanto que o amante de uma bela alma se mantém fiel toda a vida, porque se uniu a uma coisa perene."


Em, O BANQUETE OU DO AMOR