terça-feira, 20 de agosto de 2013

O que é que é suposto fazermos?

Quando conhecemos alguém que nos (hmmm...) "pega" mesmo como nós gostamos, mas que no resto ainda não nos convenceu. O que é que devemos fazer? E se acabar por não nos convencer no resto?

24 comentários:

  1. deixas andar até ver se convence ou se não é mesmo o que queres :)

    ResponderEliminar
  2. Eu não sou pessoa para opinar sobre isso, uma vez que as divindades favoráveis ao amor e à paixão me abandonaram de vez xD.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ham ham. Depois daqui a um tempo falamos prima, quando estiveres toda enamorada. É preciso é tempo :)

      Eliminar
  3. Sempre tens a hipótese de ir "experimentado" para ver se ficas convencido e depois chegares a alguma conclusão... :)

    ResponderEliminar
  4. Esperar para ver, acho, porque uma pessoa não se conhece num dia.
    Se acabar por nos convencer, fixe, caso contrário, move on. XD
    Abraço Ricardo. :)

    ResponderEliminar
  5. Respostas
    1. Há de facto. Mas nem todos têm uma certa "pegada" :D
      Mas percebo porque dizes adiante...

      Eliminar
  6. Onde está o whoo-oo do post anterior?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pois, não existiu/existe. Daí a minha alguma relutância...

      Eliminar
  7. Normalmente não nos convence mesmo no resto!
    Olha...não fazes nada! Deixa andar, até que a única coisa que te trai se suma também!
    BTW... Olá!!! =)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pois eu também acho que assim será...
      E olá! Já me havia perguntado por ti. Está tudo bem? É só uma visitinha rápida ou voltaste aos blogs?

      Beijinhos ^^

      Eliminar
    2. 'Voltei aos blogs' =) voltei ao work =(

      Eliminar
    3. É sinal que está tudo bem contigo :) e com o piqueno?

      Eliminar
  8. Aaron, Nobody, Ribatejano, Francisco, Arrakis e Ana
    Confesso que essa ideia de "vamos indo e vamos vendo" é o que tenho vindo a fazer. Mas acho que no fundo não me irá convencer, sendo que há a hipótese, é claro.
    Mas este, "vamos indo e vamos vendo", valerá mesmo a pena só pelas "pegadas"?

    Abraços e beijinhos :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Rsss...isso depende (da i/moralidade) de cada um! Eu, como sou imoral (dentro do aceitável), vou andando até começar com as naúseas! Sim, eu começo a ficar com náuseas quando começo a abrir mais os olhos. Deve ser da luz!

      Eliminar
    2. Pois, mas se calhar devo perder um bocado da minha "moralidade"... Ou aceitar a imoralidade (aceitável claro) que no fundo há dentro de mim xD

      Eliminar
  9. Isto é caso para o Ti'Ricardo...

    Penso que não tem de haver uma atracção completa desde o início. Acho que isso se pode desenvolver com o tempo desde que haja desde o início um certo gostar. Ir indo e vendo pode não vir a dar em coisa alguma como pode dar, o que acontece com outras tantas situações do nosso dia-a-dia. Analisa as probabilidades e age conforme elas.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O Ti'Ricardo aconselharia a ir indo e vendo. É a coisa mais lógica a fazer... Mas "atracção completa" desde o início é uma coisa tão gira :P

      Obrigado K.

      Eliminar
    2. Sim, é gira. Mas existe mesmo? ...

      Eliminar
    3. Existe :)
      Ou pelo menos algo muito próximo disso existe

      Eliminar
  10. Só no fim é que sabes que resulta. E como sabes? É deixar chegar ao fim.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Bem, mas, nestas coisas, há sempre uma ante-visão certo?

      Eliminar