segunda-feira, 25 de agosto de 2014

Gajas, páh

image
Conhecem aquele ditado: quem conta um conto acrescenta um ponto?

E mudar de casa com duas gajas, sabem como é?

E ter paciência, têm? Porque eu não.

E passar a vida ao telefone a tratar de merdices?

E alombar com um sofá e uma mesa até ao oitavo andar? (Não foi sozinho, claro). Tirando todos os outros caixotes com tralha e livros que foram no elevador...

E ficar com um armário relativamente pequeno para colocar toda a minha roupa (que até é pouca, acho que tenho mais livros que roupa), depois de ter um armário enorme?


No fundo, no fundo, a verdadeira pergunta é: Como é que não queriam que eu fosse gay?

13 comentários:

  1. Se eu fosse rapaz, provavelmente, também seria gay. As raparigas são muita complicadas. xD
    kiss na cheek

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Hahaha sabes, os homens, pelo menos os gays, também são muito complicados. Mas sempre há uma pilinha para brincar e a gente vai fechando os olhos :D

      Eliminar
    2. LOLOLOLOL!!! A da pilinha acabou comigo. xD

      Eliminar
    3. Mas é ou não verdade, prima?

      Eliminar
    4. É um excelente ponto de vista o teu, mas nem sempre temos uma para brincar sem ser a nossa! xD

      Eliminar
    5. Obrigado, também achei. Até vai ser post. Olha e enquanto houver a nossa para brincar não é mau :P

      Eliminar
    6. É verdade sim senhor. Mas o João também está coberto de razão. xD

      Eliminar
    7. Pois, se eu tivesse uma pilinha fartava-me de brincar com ela, de certeza. Ahah

      Eliminar
  2. Só não percebi o tem com as mulheres o "passar a vida ao telefone a tratar de medricas", "alombar com um sofá e uma mesa até ao oitavo andar" ? e "ficar com um armário relativamente pequeno" para colocar toda a tua roupa" e tudo isso com a inviabilidade de se ser gay...? :D

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Então, óh Shoes, está-se mesmo a ver: as primeiras coisas estão relacionadas porque vai tudo dar às gajas - como não há paciência para elas eu havia de ser gay. (Tratar de merdices, não de medricas, com gajas). O problema do armário é pelo facto de toda a gente saber que a gente passa tempo lá dentro e uma coisa espaçosa é sempre melhor para se estar à vontade. E ter uma preocupação com a roupa e o seu closet é uma coisa gay. Pelo menos é o que dizem :P
      Ah, o carregar o sofá é só para o dizer que fiz e que custa. Dar-me assim um ar de macho...
      Adoro queixar-me no fundo :D

      Eliminar
    2. Realmente o "carregar o sofá e a mesa até ao 8º andar" exala testosterona. Se estavas transpirado e tinhas a cintura das calças discretamente descaída para mostrar o início do rego, então cais perfeitamente no estereótipo. Levas 20€ à hora para mudanças?

      Eliminar
    3. Suado sim, o rego a mostra não. Que coisa tão inestética... E não tenho assim pêlos no rabo para cair no estereótipo.
      Olha, posso levar.

      Eliminar
    4. Concordo que o rego à mostra é do pior que há!

      Eliminar