sexta-feira, 14 de março de 2014

Vergonha

Há dias em que tenho vergonha de ser Português. Pois isso implica ter algo em comum com algumas destas outras criaturazinhas: Co-Adopção Chumbada. Caraças, estamos a falar de Co-adopçao.... Nem consigo expressar a minha incredulidade. É uma coisa tão óbvia, tão básica que havia de ser garantida desde sempre... Estamos a falar do direito da criança a uma família. Sem esta possibilidade a única coisa que se está a fazer é a dar à criança a possibilidade de ficar sem a sua família, a família que já era a dela e simplesmente ser retirada desta...

16 comentários:

  1. quando li online até me deu um baque. vergonha, vergonha deste país, vergonha. não tenho mais palavras. tudo vai melhorar o caraças, está a piorar a olhos vistos :(

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A mim também. Fiquei mesmo a pensar "A sério? Não é brincadeira?"
      É triste.

      Eliminar
  2. Incompreensível. E, no mesmo dia, a cidade pára, ou parte dela, para assistir ao cortejo fúnebre de D. José Policarpo, que teve direito a um dia de luto nacional e a um voto de pesar aprovado pelo Parlamento. Há coisas fantásticas, não há?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Há realmente coisas fantásticas. O Estado é laico dizem...
      Mas, ao mesmo tempo, não me choca assim tanto essa medida sabes Mark? Quer se queira quer não é uma figura que faz parte da "cultura portuguesa"...
      E não nos esqueçamos que a maioria das pessoas votaram num governo de direita, talvez sem consciência do que isso implica, é certo...

      Eliminar
  3. Estas coisas demoram tempo porque as mentalidades também o demoram. Acho que devemos ter orgulho daquilo que já alcançámos: o casamento. Há países em que práticas homossexuais são crime.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Concordo contigo e compreendo o que dizes.
      Mas aqui trata-se, acima de tudo, de direitos de crianças e não de direitos de homossexuais. Quase me arrisco a dizer, que é o poder casar comparado às crianças? Comparado ao direito de sermos reconhecidos como famílias, e seres humanos, comuns? E que por isso têm direitos iguais....
      Tens toda a razão, mas nesses países faltam muitos outros direitos mais básicos, se posso assim dizer. Esta medida não é de um país que se diz desenvolvido, parte integrante da União Europeia e na vanguarda... Não somos um país de bestas, verdade, mas somos um país de mente pequenina e idiota... As coisas demoram tempo porque as mentalidades o demoram, mas temos é de fazer mudar as mentalidades não se pode estar à espera que estas mudem por si ou ficamos parados.

      Eliminar
  4. Assim é que é bom,não se vê logo? -_-

    ResponderEliminar
  5. Não me admira...Eu detesto ser português muitas vezes...

    ResponderEliminar
  6. É vergonhoso. Ninguém se preocupa com as crianças, são só jogos políticos.
    Abraços grandes. :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É verdade e são elas as prejudicadas por esses jogos.

      Abraço Arrakis :)

      Eliminar
  7. Sim, também acho que é uma vergonha. Sem palavras.

    ResponderEliminar
  8. Sim de facto é uma vergonha! Mas na cabeça desta gentalha, isto é um primeiro passo para depois conquistarmos o mundo e convertermos toda a gente para a homossexualidade...

    Gente com mente tacanha e pequenina! :/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Gente idiota é o que é. Faz-me confusão que exista gente que pensa mesmo assim... :/

      Eliminar