sábado, 28 de julho de 2012

Nevermind...

Sou idiota. Sou um idiota, conas, burro!
Gosto dele! Ahhhh! Mas não sei lutar por ele. Não o quero fazer.
Como é que as pessoas dizem que conquistaram outra pessoa? Eu não sou capaz.
A partir do momento em que ele disse que não sentia o mesmo por mim, eu não parei de gostar dele como é óbvio, mas recalquei o sentimento. E sei que o vou recalcar, que não vou sentir nada, que vou andar dormente. Já ando. Estou morto por dentro, no que toca a sentimentos, a ser carinhoso... Não é só de agora claro...
Gosto dele. E não vou lutar por ele. Sou demasiado orgulhoso para isso. Gosto demasiado de mim para andar a correr atrás dele, se não gosta, não gosta, azar o dele. Mas a verdade é que o azar é meu, só meu. Todo meu!
Sou a pessoa mais comum, mais normal à face da terra, eu sei disso. Comummente normal. Porque haveria alguém de se interessar por mim? De continuar interessado por mim?
Mas como conquistar alguém? Como vir a dizer algo como "Ele não gostava de mim, mas fi-lo mudar de ideias, conquistei-o!"? Desculpem para mim não dá. Soa-me a falso. Parece que obrigo alguém a algo. Que é por pena ou algo do género. Não sei... Neste tipo de coisas, para mim, as coisas são ou não são. Não sei. Têm de ser ou não ser. Sim ou não. Se ele não gosta não o vou obrigar. Gosto dele, não lhe vou fazer isso. Estou triste e nem chorar consigo. E nem quero. Estou morto por dentro, eu sei. 
Espero, com o tempo há de passar. Espero que com o tempo passe. Mas nunca passa. Já sei, por experiência, que não passa. 

 

16 comentários:

  1. Se o rapaz não gosta de ti. Não mendigues o amor, isso é "Pena"...

    No entanto se forem amigos e estiverem no mesmo circulo, podes mostrar por actos e atitudes que és um gajo cinco estrelas e que és diferente :)

    Ele é que perdeu, nunca foste tu. Os homens são como os autocarros, perdes um apanhas outro. E, um autocarro volta sempre a passar uma segunda vez

    Abraço amigo e força

    Bom fim de semana

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não o farei :)
      Continuarei amigo dele e passará só por isso.

      O problema, meu caro Francisco é que eu não quero apanhar um autocarro qualquer. Nem todos nos levam ao nosso destino... Quero o autocarro certo xD

      Obrigado e um abraço.
      Bom fim de semana

      Eliminar
    2. Concordo com o Francisco.
      E claro, tu só apanhas o autocarro que entenderes. nem podia ser de outra forma.

      Eliminar
    3. Pois também acho. Infelizmente não é bem o que entendemos mas aqule que o coração nos pede para seguir, vá se lá saber porque :)

      Eliminar
  2. Não deves desistir... as coisas não estão estáticas no tempo... tudo muda.

    Abraço e boa sorte =)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não vou desistir, porque nem sequer comecei. :P

      Obrigado e um abraço Miguel ^^

      Eliminar
  3. Tb não entendo o sentido de lutar por alguém (isso é no cinema). Mas não é por se ser orgulhoso, é porque temos que ter amor próprio. Neste momento eu poderia escrever um tratado sobre isto...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim, é no cinema e lá é que resulta, Sim chamemos-lhe amor proprio, soa muito melhor :P
      Pois podias, mas esses tratados só nos fazem crescer :)

      Eliminar
  4. Nada de te pores a cantar Adele! Anima-te que as férias são para aproveitar!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Hahahaha o título não foi por causa da Adele. Nem me havia apercebido. E muito menos lembrado da música dela xD
      O "nevermind" é só porque é o que eu vou dizer às pessoas quando me perguntarem o que se passa :D

      Não te preocupes, não canto Adele :P

      Eliminar
  5. Ai Ricardo, Ricardo...
    O tempo tudo cura mas, por vezes, mesmo sabendo que vamos bater com as fuças na parede, vale sempre a pena arriscar!
    ARRISCAAAAAAAA!!!!! (quando te sentires seguro para isso, não tem obrigatoriamente de ser nesta situação, mas não podes ficar eternamente a viver com 'e se...?')

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu já vivi, vivo num, "e se...?" é um dos primeiros posts, chama-se "Ao estúpido, frustrado, entupido número um" xD
      Este caso não é um "e se...?", Ele disse que não sentia o mesmo. Eu arrisquei, perguntando, dado a conhecer os meus sentimentos, mesmo sabendo que ia ouvir o não. Apesar de, claro, no fundo ter a esperança de ouvir um si.. Não ouvi. My work there, was done xD

      Eliminar
  6. :) rapaz, não foste tu quem perdeu...
    http://youtu.be/-VDi2enXb20

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Hahaha por acaso quando reli o post lembrei me dessa música xD
      Pois, mas não me parece/sinto que seja assim...

      Eliminar
  7. Ei e ei... menos Ricardo. Tu consegues... dsistir é mau... vai-te chegando perto.. por vezes a compania é o melhor remédio para se mudar de ideias. Sê tu mesmo.. Se der, dá... s não, manda -o às couves

    ResponderEliminar
  8. Pois, o problema meu caro Nonsense é que estou na aldeia. E não há como estarmos juntos a não ser que combinemos os dois.
    Não gosto de mandar ninguém às couves :(

    ResponderEliminar