domingo, 28 de março de 2010

Ai que ordinárias!

Estou oficialmente de férias uh! uh! (Aleluia que bem estou a precisar)
A minha pessoa anda uma ordinária :0
Na quinta feira a minha escola organizou uma visita de estudo (ou excursão se preferirem)à FITEC no Expo Salão da Batalha (para quem não sabe, é uma feira onde podemos encontrar várias informações sobre cursos de ensino superior, universidades, politécnicos, etc.) Pois bem, eu estava com um grupo de colegas (3 raparigas) e já tinha-mos visto aquilo uma 30 vezes, os cursos em que estavamos interessados e whatever... Até que eu olho para o stand do curso da agricultura (ou das plantinhas, como ficou conhecido) ou seria sobre um politécnico qualquer? whatever (Acham que eu ia prestar atenção? Irão perceber o porque depois da explicação).
Bem todo o meu ser olha para o stand e vê um rapaz super giro (isto desde lá ao longe :D) e eu a pensar para mim: o que hei-de fazer ou dizer para estas cegas ordinárias olharem para o stand? (sim porque eu sou uma pessoa que partilha, que dá e que gosta de ajudar as próximas a terem um bom regalo para a vista (A) hum hum eu queria era aproximar me mais do rapaz para ver melhor sem dar nas vistas e não ia deixa las para tras e ir sozinho). Pois bem eu reparo nas botas (não eram botas eram umas protecções para as calças mas não interessa nada) e digo:
-Aquelas botas são um máximo. E uma que estava ao meu lado:
-O gaijo é tão bom vamos até lá (para outra). (Eu sorrio interiormente e penso you go boy you did it, qual manipulador).
Basicamente o rapaz era mesmo bom e como elas estavam a dar "bué cana" de que estavam a admira-lo e a atirar-se, ele ficou super envergonhado. Alías, para falar com ele fomos pedir balões que estavam lá no stand, mas eu não consegui encher aquela porcaria (eram daqueles balões para dar formas) e ele perguntou me se queria que eu o enche-se e eu, qual ordinária mór, sorriu e digo: sim a culpa é disto que está avariado (estava lá um aparelho para encher) e ele sorriu. há! já referi que o balão era branco e que ele o encheu assim perto da berguilha com o aparelho, uma bomba em que é preciso dar a mão? (Gente perversa). Pois é estivemos lá mais um pouco no stand e nunca mais saimos daquela área até ao fim da visita e o rapaz sempre super acanhado por estarem a olhar para ele. Ainda perguntei a uma colega se ela queria que eu fosse lá pedir o mail (hum hum na verdade eu queria o era para mim, ordinária atiradiça) mas ela disse que não.
Ainda tentei cruzar o olhar com o dele para ver se o meu gaydar dava sinal, mas como alguém que lê este blog disse (sim é para ti, e ainda estou a espera do meu prémio hahaha just kiding) eu estava a dormir quando Deus distribuiu os gaydar's e não captei nada, ou melhor dúvidas sobre a orientação do moço.
Portanto já sabem se forem a FITEC vão ao stand das plantinhas e tenham um regalo de vista (até coloquei na folha da visita muito interessante).

E porque não gostamos de ser ordinárias, (a) hum hum:

Sem comentários:

Enviar um comentário