sexta-feira, 28 de novembro de 2014

Ainda da mudança de casa

Isto passou-se logo nos primeiros dias em que vim para aqui viver. Não tinha televisão, nem net e a única maneira de me entreter em casa (não contado com os meus pensamentos e livros) era ouvir música.
Estou em casa, rádio ligado (que com as mudanças se estragou e apenas tem um nível de som) e ouço um toc. toc. toc. às 21h30 *Que é isto? É na minha porta?* E bem, lá continuei na minha vidinha que não podia ir abrir a porta... toc. toc. toc. *Mau! Mas isto parece que é mesmo na minha porta! Weird!* toc. toc. toc. *Fine!* E lá vou eu.
Vizinho da frente (que até nem é de se deitar fora) - Olá. Desculpe, é que *espreita para dentro de casa na direção do som* é que aquele quarto (o meu quarto) é paredes meias com o quarto dos meus filhos e eles vão dormir às 21h30. Se pudesse só baixar o som? Só baixar está bom.
Eu - (Enquanto penso *Isto só a mim, claro que eu é que passo a vergonha à frente dos novos vizinhos quando todos ouvimos o rádio) Claro que sim. Não se volta a repetir.
Vizinho - Obrigado, é só mesmo baixar. Desculpe lá.
Eu - Ora essa, percebo perfeitamente.
Vizinho - Obrigado, boa noite.
Eu - Boa noite! E fecho a porta:
image

Agora a coisa mais interessante, a cama que está ali no quarto faz mais barulho que eu sei lá o quê. E uma pessoa não pode dar uma barlaitada à vontade com medo que os piquenos do vizinho da frente ouçam tudo, fiquem traumatizados e vão contar aos papás. Sim, porque eu ouço-os a meio da noite a caírem da cama,  a chorar e a chamar pela mamã. Isso e aos fins de semana por volta das 8h30 a brincar e a gritarem no quarto... Que é normal, eu compreendo.
Só tenho uma questão, como é que as pessoas que têm filhos fazem sexo à vontade?

20 comentários:

  1. não pode ser em plano dia, nem na sala de jantar. Deve perder alguma piada mas quando há vontade...

    ResponderEliminar
  2. A) compram mordaças
    B) Não fazem sexo
    C) têm filhos surdos.

    ResponderEliminar
  3. Eu e o meu irmão em pequenos ouviamos os meus pais a fazerem sexo.. Uma vez confrontei a minha mãe e ela disse-me que era normal os pais fazerem amor :) Quando há liberdade para haver este tipo de conversas entre pais e filhos torna-se banal e claro que a partir dali o barulho diminui loool.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Hahahaha menos mal Ricardo :)
      Por muita liberdade que exista e uma óptima relação ninguém quer ouvir os papás a fazerem sexo...

      Eliminar
  4. Após que o quarto dos pais é na outra ponta da casa... :D

    ResponderEliminar
  5. Eu ouvia os meus pais,e punha o som da TV mais alto, para não ter de ouvir. Passado um bocado, o meu vinha à sala e dizia "mete essa porra mais baixo, que eu quero dormir, que ando farto de trabalhar".

    ResponderEliminar
  6. É tão normal os putos caírem da cama e fazerem barulho ao domingo de manhã como tu bateres umas mais violentas e eles ouvirem. Dentro de certos limites, vizinho não empata vizinho. Sim, porque confessa lá, isso das berlaitadas faz parte da wish-list, por enquanto :)
    No meu caso, eu convivi docemente com os berlindes do puto da vizinha de cima no chão de pedra da cozinha, e ela com os gritos e a cama a chiar no quarto de baixo.
    É a vida :)
    O Anónimo do Algarve ;)

    ResponderEliminar
  7. Respostas
    1. Como assim "começar"?
      Na sala, na cozinha, na casa de banho, no hall de entrada, nas escadas do prédio... O problema é mesmo que penso que me podem ouvir em qualquer sítio, que esta casa não me parece muito isolada.

      Eliminar
  8. Acho que a questão não é esta! mas seim como isolar melhor o som no seu quarto! tanto para você não precisar acordar junto com os pequenos do seu vizinho quanto para poder ouvir seu som á vontade! tem varias soluções se quiser dicas me peça! abs

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Quero as dicas todas Homem, que o saber não ocupa lugar :D

      Eliminar
  9. Fazem no carro e quando os putos estão na escola.

    ResponderEliminar